Ocorreu um erro neste dispositivo

Feliz Natal!

22/12/12





Eu não me atrevia a entrar naquela água. O resto, enfim...mas a natação...brrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!

Votos de um Santo Natal, companheiros.

Abraços natalícios.


2012 em Retrospectiva.

19/12/12





Curso de Grau I 2013 e a Aposta na Formação!

16/12/12



Foi recentemente anunciada pela recentemente empossada equipa federativa que uma das suas apostas em termos de política desportiva seria na dimensão formativa. Entendi portanto que o investimento das energias humanas e financeiras iria ser mais significativamente canalizado para os escalões mais jovens, como qualquer mortal pensaria. Ora, não se pode pensar em formação de jovens praticantes, seja em que modalidade for, se não se pensar antes na formação dos seus agentes formativos. Isto é, posso desejar muito ter cada vez mais jovens a praticar seja que modalidade quisermos considerar, para deles retirar melhores praticantes, mas se não se investir em treinadores, de preferência mais e melhor preparados, não adianta nada desejar a primeira.
A recente divulgação do calendário formativo de treinadores de grau I, de acordo com as premissas da nova lei que regulamenta a atribuição de cédula de treinador, vem provar que afinal a aposta na expansão da modalidade ao nível da formação é...uma treta! Na realidade, um curso de treinadores que se restrinja apenas a Lisboa é extremamente limitador para qualquer interessado que se situe acima do rio Mondego ou abaixo de Grândola, no mínimo. E refiro-me apenas ao litoral, porque se me alargar para o interior...ou ilhas...
Vale a pena atentar um pouco nisto; deverá continuar a ser canalizada a aposta formativa exclusivamente nos potenciais agentes da modalidade em redor da capital? Qual a distribuição geográfica nacional dos clubes com formação na modalidade? Porque a modalidade não cresce tão significativamente fora da grande Lisboa, em clubes e praticantes? 
Definitivamente, o novo cronograma do curso de treinadores de triatlo de grau I não atende ao crescimento real da modalidade no território nacional. E ainda tem outros pecados, como o tipo de carga horária (acabar às 18h30 de Domingo, para quem tenha de fazer acima de 300kms de viagem!... e corresponder cedo às exigências da real profissão) e o custo de vida actual. 

Acabo com  uma observação; recentemente estive atento aos resultados desportivos no atletismo do campeonato nacional de desporto universitário. Estranhamente ou não, os lugares cimeiros na maioria dos escalões foram ocupados por atletas do norte.

Companheiros, abraços triatléticos.




FTP: Campeonato Nacional Jovem de Clubes

14/12/12



CAMPEONATO NACIONAL JOVEM DE CLUBES
ETAPA
DATA
PROVA
TIPOLOGIA
1
Sábado, 9 de Fevereiro
Duatlo Jovem das Lezírias
Duatlo
2
Domingo, 17 de Fevereiro
Duatlo Jovem de Grândola
Duatlo
3
Domingo, 10 de Março
Duatlo Jovem de Ourém
Duatlo
4
Sábado, 13 de Abril
Triatlo Jovem da Amora
Triatlo
5
Sábado, 20 de Abril
Duatlo Jovem da Madeira
Duatlo
6
Domingo, 5 de Maio
Aquatlo Jovem de Setúbal
Aquatlo
7
Domingo, 12 de Maio
Aquatlo Jovem de Ílhavo
Aquatlo
8
Sábado, 18 de Maio
Triatlo Jovem de Aveiro
Triatlo
9
Segunda-feira, 10 de Junho
Aquatlo Jovem de Coruche
Aquatlo
10
Sábado, 29 de Julho
Triatlo Jovem de Abrantes
Triatlo
11
Sábado, 6 de Julho
Aquatlo Jovem de Pedorido
Aquatlo
12
Sábado, 27 de Julho
Triatlo Jovem de Esposende
Triatlo
13
Sábado, 14 de Setembro
Triatlo Jovem de Vendas Novas - Estafetas
Triatlo












Bom, isto anda assim às pinguinhas, mas anda...A FTP divulga o Campeonato Nacional Jovem de Clubes, no seu site. Para registar. Mais tarde explicarei, com dados objectivos e informações seguras.

Abraços triatleticos.


Calendário Campeonatos Nacionais Individuais Absolutos - Triatlo/Duatlo/Aquatlo



CAMPEONATOS NACIONAIS INDIVIDUAIS ABSOLUTOS
PROVA
DATA
PROVA
DISTÂNCIA
C.N. Duatlo
Domingo, 14 de Abril
Duatlo de Torres Vedras
Standard
C.N. Triatlo.1
Domingo, 28 de Abril
Triatlo do Estoril
Olímpica
C.N. Triatlo.2
Sábado, 7 de Setembro
Triatlo de Aveiro
Olímpica
C.N. Triatlo.3
Domingo, 6 de Outubro
Triatlo de Lisboa
Olímpica
C.N. Triatlo Longo.1
Domingo, 21 de Abril
Triatlo da Laurissilva
Longa, 1.9-90-21Km
C.N. Triatlo Longo.2
Domingo, 19 de Maio
Triatlo Longo de Aveiro (S. Jacinto)
Longa, 1.9-90-21Km
C.N. Triatlo Longo.3
Domingo, 15 de Setembro
A definir
Longa, 1.9-90-21Km
C.N. Aquatlo
Segunda-feira, 10 de Junho (feriado)
Aquatlo de Coruche
Sprint











Toda a informação pode ser consultada no site da FTP.

Abraços triatléticos.


FTP - 1ª prova 2013: 27 de Janeiro!

12/12/12




TAÇA DE PORTUGAL PORterra
ETAPA
DATA
PROVA
DISTÂNCIA
Etapa 1
Domingo, 27 de Janeiro
Duatlo do Jamor
Sprint
Etapa 2
Domingo, 10 de Fevereiro
Duatlo das Lezírias
Sprint
Etapa 3
Domingo, 10 de Março
Duatlo de Ourém
Sprint
Etapa 4
Quinta-Feira, 30 de Maio (feriado)
Aquabike de Castanheira de Pera
Sprint
Etapa 5
Sábado, 21 de Setembro
Duatlo de Abrantes
Sprint
Etapa 6
Domingo, 22 de Setembro
Triatlo de Gavião
Sprint
Etapa 7
Domingo, 29 de Setembro
Triatlo de Vila Nova de Cerveira
Sprint
Etapa 8
Domingo, 20 de Outubro
Duatlo Festival Bike (Santarém)
Sprint
Etapa 9
Domingo, 27 de Outubro
Duatlo de Estremoz
Longo










A Federação apresenta no seu site o calendário programa para a Taça de Portugal PORterra. Para 27 de Janeiro está agendada o tiro de partida para uma nova época. Gostava de estar na linha de partida da primeira prova, mas isto anda novamente do avesso.

Abraços triatléticos.


Profissional VS Amador

07/12/12







Este vídeo, que tive o grato prazer de conhecer esta semana através do facebook por uma série de trocas de informação entre amigos daquele contexto, é a prova provada das diferenças claras entre uma actividade profissional e uma actividade amadora, seja em que contexto for. Ian Frodeno demonstra que para além dos  horários, para além das cargas, para além da logística, para além dos meios, do staf, o que é mesmo imprescindível é a disponibilidade física e mental para a coisa, fazendo dela uma verdadeira profissão, uma especialidade, como o é o pedreiro, o mecânico, o médico, o engenheiro, o professor, por aí fora. Demonstra também que não é profissional quem quer; é preciso estar na posse de outras qualidades, de algumas especificidades a que só os predestinados têm acesso, e aqui incluo igualmente a capacidade de trabalho.

Profissionalismo a 100%. Digam lá que não dá vontade de saltar para um nível assim? 

Companheiros, abraços triatléticos.


Novos Hábitos, Nova Corrida?

02/12/12



Treino 2 Dezembro

2ª feira passada apanhei um susto. Na corrida, claro. Há cerca de um mês que o segmento tem estado a funcionar bem. Com calma e progressivamente. Tanto assim que até já me inscrevi na primeira prova de corrida a pé após debelar a lesão que me afastou 5 meses! dos asfaltos, dos passadiços, de muita coisa que me faz falta. Mas, uma dor irradiante obrigou-me a cessar a sessão de treino após 12 minutos e pouco. Não há margem para arriscar. Vi logo o caso negro, precisamente quando  me encontro apostado em não preterir nada daquilo que é importante para que 2013 seja um ano diferente do que agora está prestes a terminar, mas também para conseguir o propósito de iniciar a época no...início. Só aconteceu em 2009 e por pouco tempo. 
O certo é que três sessões de retorno aos cuidados do amigo Diogo Cardoso, o mesmo é dizer à fisioterapia, deram-me a sensação de que afinal desta vez poderá ter sido apenas um susto. Porém, a fisioterapia é para continuar. E aproveito a oportunidade para falar da corrida, a minha, porque aqui tinha deixado a promessa de o fazer, em resultado de algumas alterações que venho produzindo e que acredito possam dar resultado. Sou mesmo uma pessoa com fé.

A reentrada da corrida nas rotinas de treino tem sido feita paulatinamente. Isto é, todas as semanas tenho acrescentado 5' de corrida contínua. Sem grandes preocupações com ritmos, a não ser em função da disposição do momento. Quer dizer, se o corpo pede um pouco mais, eu dou-lhe liberdade para ir. Sem exageros. O certo é que já cheguei a fazer kms a 4'20! Ops! Exagerar? Pois. Não posso. 
Voltando; iniciei este meu retorno à corrida com 15'. Preparava-me esta semana para entrar nos 45'. Nem sempre, mas pelo menos 2 sessões na semana. Fica adiado. Hoje regressei à meia-hora e o teste correu bem, portanto talvez lá para o meio da próxima retome o plano onde ele estava. 
Outro dos hábitos que introduzi foi a sauna. E muito bem me tem feito. Tinha alguns preconceitos com a sauna, mas também julgava não valer a pena dispensar tempo para mariquices dessas. Engano. O efeito desoxidante,  anti-inflamatório, relaxante, tanto ao nível esquelético como linfático, entre outros, pode ser muito benéfico, em especial no meu caso que sofro de artrite reumatóide  Para mais na época de frio, com a qual não costumo dar-me particularmente bem quando em exercitação.
Outro dos hábitos introduzidos foi eliminar quase na totalidade a ingestão das chamadas carnes vermelhas, preterida pela carne de aves (peru e frango, especialmente). O poder tóxico e inflamatório das primeiras poderá contribuir para uma maior facilitação do aparecimento dos focos inflamatórios a nível esquelético, razão praticamente única das minhas queixas. 
Um outro hábito que alterei tem a ver com a ingestão do leite de vaca. Substituí pelo leite de soja. Também pelos motivos já referidos. 
Um dos hábitos que ainda não consegui alterar tem a ver com as guloseimas, especialmente o chocolate, bolos e afins. Tenho reduzido, mas precisava de retirar por completo. Esta tarefa é ciclópica porque eu sou um viciado.

Não posso dizer com propriedade que todas estas alterações estejam a produzir efeito. Seria necessário isolar cada um dos factores. Um processo assim levar-me-ia demasiado tempo e poderia nem sequer chegar a uma conclusão definitiva. Seja como for, o processo está em marcha e quando chegar ao final de 2013 poderei estar preparado para algumas conclusões, então.

Companheiros, abraços triatléticos.