Ocorreu um erro neste dispositivo

Grupo Zeferino!

22/01/12



Já há muito que andava para me juntar ao grupo Zeferino. São grandes amantes do ciclismo, e também do BTT, e por isso todos os dias, pela manhã, eles passam aqui, em Esposende, e aqui viram para ali ou para acolá ou seguem, na direção de Viana. Mas todos os dias aqui passam. E eu andava há muito para me juntar a eles, num destes dias, de manhã. Bastava para isso levantar-me a horas decentes. Eu tinha um plano, mas, desejando treinar com o grupo, teria de me submeter, claro. E hoje aconteceu. Manhã fresca, lá me cruzei com eles, já próximo da Apúlia, pensava eu que uma vez mais me tinha desencontrado com o grupo. Mas não! Numeroso e com caras amigas no seu seio, uma até comenta este blogue, o amigo Rafael, que se tornou um atleta amador de grande nível na arte de pedalar, agora entusiasmado com os eventos na Galiza, pela organização, essencialmente, o grupo já ia num ritmo bem vivo, ali à volta dos 40 kms/hora. Raramente fiz aquela estrada em tamanha velocidade. Mas lá fui. Outros, também de Esposende, foram-se juntando. 
E foi um treino muito agradável, num grupo bem simpático, onde o campeão Zeferino impõe e vai pautando o ritmo, ora veloz, ora com cadência leve e rápida, permitindo que os atrasados se juntem, após uma dificuldade maior. Não há restrições a quem se queira juntar, quem vier por bem. O ponto alto foi exatamente escalar uma estrada que dá a um alto bem altinho, com sequências de rampas bastante inclinadas e zonas que permitem a recuperação, mas no final fica-se com os quadricepedes tipo pedra. Já nem me lembro bem do raio do nome do monte, mas tem qualquer coisa a ver com vacas e vacaria. eheheheh
E enquanto pedalava lembrava-me que ao mesmo tempo decorria bem perto uma meia maratona onde gostava muito de poder estar e que nunca fiz , em Viana do Castelo, que homenageia esse vulto do atletismo que dá pelo nome de Manuela Machado, também ela uma simpatia de pessoa. Ao longo destas últimas semanas deparei-me com a azáfama de todos aqueles que na marginal de Esposende deram o litro para se apresentarem na linha de partida para esta corrida. Noites frias, muitas delas, e muitas caras conhecidas, também aqui. Alguns fizeram uma belíssima prova e fizeram-me roer de inveja, pela rapidez com que a concluíram. Os meus sinceros parabéns! Talvez para o ano...Folgo-me por poder ter sempre esperança, por isso não desisto. Agora, que por vezes me leva os cabelos, os poucos que vão resistindo, a ficarem de pé, disso não tenham a mínima dúvida.
Voltando ao ciclismo, o trajeto iria ser curto para os meus objetivos. No regresso à Póvoa de Varzim, e já depois de passar Barcelos, o ritmo ia ...diabólico, ou diabólico ia o Zeferino, cujo andamento roçava por vezes os 50 kms/hra. Lá me consegui juntar mais uma vez, após outras tantas sapatadas, mas foi sol de pouca dura já que daí a nada lá voltam os cabecilhas a desejarem chegar cedo para o almoço. Até que os deixei de ver por completo. E lá fiquei, mais outros, perdidos no asfalto. 
Agora, só, ainda subi Laúndos e após isso regressei a casa, por outras rampas, curtas. Não estava em maré de facilitar. No total, foram quase 115 kms em 4 horas. Missão cumprida.
Este grupo...gostei e é para voltar a juntar-me. Sabe bem de vez  em quando quebrar a monotonia do treino solitário a que tenho de me sujeitar.
Obrigado, Zeferino, por continuares a alimentar essa paixão.

Abraços triatléticos, companheiros.

3 comentários:

Pedro Brandão disse...

Oi GRande Jonh.
Força nisso. Essa malta é da dureza. Não facilitam.... É assim mesmo.
Grande abraço.

Rafael disse...

Pis é João... Com tanta sapatada, até me esquici de ver como ias... é que tinha sempre na mira o Campeão (ou seja o "Zefas")...
Tenho feito treinos espetaculares com ele... Realmente é um Senhor no Ciclismo!! há Semanas que me doiem musculos que nem saiba que eles existiam!!! Mas~só a treinar com os melhores é que evolui!! E ainda me falta tanto para aprender!!!
Aparece mais vezes..

Grande Abraço:)))

João Correia disse...

Como o meu pai me disse tantas e tantas vezes "junta-te aos bons e serás como eles; junta-te aos maus e serás pior do que eles".

Fortes abraços, amigos.