Ocorreu um erro neste dispositivo

Não Há Bem Que Sempre Dure, Nem Mal Que Não Acabe

25/01/11





Também podia ser ..."Tenham Pena de Mim - Part II". Não, este não. Porque não se trata nada disso, mas gostava de vos dar a conhecer um pouco do que tem sido os meus últimos tempos em matéria de ocorrências. É que não há explicação que abrange tudo o que me tem acontecido. 

Começando; fim de semana passado recebi um convite para fazer um treino de BTT com um grupo de craques e meios craques da coisa, os da JUME. Participam no campeonato XCO Regional do Minho, onde há atletas de enorme valor, entre eles o Campeão Nacional Veterano B, entre vários campeões regionais, alguns que fazem parte precisamente da JUME, e onde já participou o Leão, essa excepção do BTT. Foi só para dar uma ideia de como está evoluída a prática do BTT cá por cima. O treino previa um início tranquilo, onde pontificavam alguns miúdos, e intensidade pelo meio, num circuito previamente estabelecido, acabando depois com uma horita a dar-lhe bem, aí pelos montes e vales, que os há em belo efeito. Bom, fazia frio pelas 8h45', tempo de encontro e um cafézinho numa das lojas do bairro deu para aquecer um pouco. Com o erguer meio radioso do Sr. Sol, até nem parecia que estavam cerca de 3º positivos. Não estava mal, não senhor.
Lá demos a voltinha inicial, com uma pulsação abaixo dos 110 bpm...eheheheh...nem dava para aquecer, mas "espera que não demora". O grupo tem pessoal encarteirado no ofício e então reuniu-se a contenda para traçar o percurso e a estratégia: uma volta de reconhecimento, segunda volta a 200 à hora, formação de grupos de nível, mais última volta em recuperação. Ok, d'acordo. E lá fomos. Adoro os trajectos, mas havia muitos paus perdidos nos troços e a páginas tantas intrometeu-se um daqueles entre a roda traseira e a transmissão. Lá saiu. Passado pouco tempo outro atrevido da mesma família fez-me o favor de partir uma peça mecânica que me arrumou logo todo o plano de treino, regressando a penates para casa. Valeu não estar muito longe.
Se vos disser que desde Setembro parti dois raios (coisa rara, disseram-me), furei 4 vezes, rebentei um pneu à meia dúzia de dias, o que me fez andar quase uma hora a pé até casa às nove da noite (e tive sorte), tive de adquirir uma transmissão totalmente nova, tudo em estrada; parti ainda as fivelas das correias do capacete, inutilizando-o. Depois, foi aquela coisa do pneu em Santarém. Descobri que falta um dente na pedaleira da mesma bike. E as queixas com o corpinho que já referenciei. 
Bom, admito que também ajudo à festa, ok. Até concordo, terei a minha parte de culpa. Mas, tanto???? É pá, já chega, não???
Há uma coisa que se chama "teoria das séries", mais ou menos em acordo com a teoria matemática, e que diz que há uma tendência para se sucederem uma série de eventos do mesmo tipo num determinado espaço de tempo. Recordo-me de um exemplo; que no ISEF de Lisboa, quando parti um pé, logo passado pouco tempo houve vários colegas, na altura, que sofreram acidentes que os obrigaram a usar as famosas muletas, como eu. Aquilo até parecia ter-se transformado num Centro de Recuperação. Dou comigo a pensar se isto não será apenas superstição ou imaginação. 

Acho que terei de deixar passar esta fase e esperar pela bonança ou melhor...por uma boa série. Este fim de semana tinha previsto participar no Duatlón Cross de Beariz. Olhando para a classificação, fico com pena de ainda não estarem reunidas as condições necessárias, porque se calhar...Vamos ver daqui a 15 dias. 

Até lá, vou estar atento à 1ª Etapa da Taça de Portugal PORterra, no Jamor, e especialmente a alguns meninos do Fonte Grada.

Até breve, companheiros. 

8 comentários:

david caldeirao disse...

e eu a pensar que já tinhas comprado uma cana de pesca em carbono, com carreto em titanio e linha de seda!!! mais o engodo de caviar para cativar o peixinho do Rio Minho ;-) e já estarias dedicado a 120% à pesca :-D

vá..., deixa-te de tretas!!! se estás mal, descansas, fazes outra coisa qualquer e depois voltas ao desporto(competição) pois isso está no sangue :-), o mal é o pessoal estar a sentir-se bem e depois cair no exagero..., olha para o teu final de ano e pensa no assunto???

João Correia disse...

Pesca?? Por acaso até tenho o material, e tentei, mas cheguei rapidamente à conclusão que não era vida para mim. A motivação está a regressar (hoje até consegui treinar às 6 da matina para cumprir o plano do tri-treino. Exageros? Não creio que os tenha feito no passado recente. Foi tudo de acordo com a motivação; quanto mais fazia, mais queria, melhor me sentia. E não é verdade que são precisos mais de 1000 minutos de treino semanal para cumprir o objectivo dos triatlos longos, pelo menos? Pois. Os azares ...fazem parte, eu sei, mas tem sido demais, ou não achas? O que verdadeiramente me chateia é que quando isto começa a engrenar e se digo engrenar é sentir que volto a estar como no final da época passada, tem aparecido sempre qq coisa que...Acredito que desta é que é.
Depois, só vejo o triatlo pelo prazer. E prazer nesta caso é estar em condições de amaranhar por aí acima, como um leão.
Não, o café acordado não escapa.
Forte abraço, companheiro.

sica disse...

Eu já vi que isso é uma estratégia à FCP,"ah e tal temos o mundo inteiro contra nós", depois vai-se a ver e ninguém os agarra, deves ter tirado alguma formação em "MIND GAMES" com o Mourinho no defeso.
Em relação ao Jamor espero uma boa contenda apesar do Peniche ainda não se apresentar na máxima força.
Por último uma reclamação na sondagem que está a decorrer não vejo lá o nome do Bruno Pais o que considero uma enorme injustiça.

João Correia disse...

Viva, Sica! Fizeste-me rir MESMO! Gostei. Em relação ao Bruno, quando analisar a sondagem irei referir essa questão, mas pode ser uma injustiça, sim sr.
Grande abraço.

david caldeirao disse...

"...Exageros? Não creio que os tenha feito no passado recente. Foi tudo de acordo com a motivação; quanto mais fazia, mais queria, melhor me sentia. E não é verdade que são precisos mais de 1000 minutos de treino semanal para cumprir o objectivo dos triatlos longos, pelo menos? Pois..."
é isto mesmo, quanto mais fazia mais queria!?!?!?!? normalmente dá mau resultado :-(, 1000' mas onde ouviste isso??? até 10h/semana são suficientes, tem é que ser feitos com regularidade e rotina, é claro que os objectivos tem que ser ajustados ao que se treina!!!
forte abraço,

Paulo Renato Santos disse...

Vamos lá João!!!
Eu também não vou ao Jamor, mas espero encontrar-te nas Lezírias.
Força

Rui Pena disse...

Amigo João,

Estive a ler os teus últimos posts e apraz-me dizer-te que espero encontrar-te em Montemor (espero encontrar-te antes de Montemor, mas em Montemor será a valer).

Espero, também, que as questões físicas te permitam treinar bem até lá, porque as mecânicas vais ter que aguentar com elas, com teoria das séries ou sem teoria das séries... Mais te informo que por essa altura já conto estar em bom nível (e estou a ter muita ajuda dos meus companheiros).

Grande abraço,

Rui Pena

João Correia disse...

Companheiros Paulo e Pena,

Olhem, desabafei, tá desabafado. É também para isto que servem os blogues ou estes espaços, para dar som e letras à alma.
Não vou às Lezírias. Para sul conto rumar mas em Março, a tempo de Alpiarça. Com pena, porque tenho saudades de rever a malta da tribo e em particular a "família".
A respeito de Montemor, e sobretudo o comentário, considero um sério aviso :))) Companheiro, só desejo estar à altura. Ando-me a esforçar, preciso apenas que isto tudo entre nos carris. Um abraço para estes amigos e Rui, entrega-me este abraço também ao João Paulo, outro grande companheiro.