Ocorreu um erro neste dispositivo

Duatlo de Famalicão e 1ª Etapa Campeonato Triatlo Longo - Porto Santo: Previsão do Tempo e Listagem de Inscritos.

24/03/11



Aproximam-se a passos largos duas provas que estavam inicialmente na minha mente fazer, por exclusão. Porque seria impossível fazer as duas. A preterida, por razões da crise, seria a realizada na bela ilha de Porto Santo, lugar fantástico, onde os amantes do mergulho (é, adoro mergulhar com escafandro, não apenas nadar) podem deliciar-se com os fundos transparentes das tépidas (para a nossa realidade) águas atlânticas da região. Portanto, a escolha recairia em Famalicão. O problema é que esse era o conjunto de intenções aquando da minha planificação, aprioristica, ali por Dezembro. Hoje, nem uma, nem outra. E como me daria jeito esta prova: sábado de manhã, para iniciar o fim de semana da melhor maneira, e campeonato XCO de Vila do Conde no Domingo, para entremear em beleza. Até esta está em causa, dada a visita extemporânea de nova gripe, e sem aviso prévio. A ver vamos.
Entretanto, deixo-vos a previsão do tempo para ambos os eventos, assim como a listagem dos inscritos, e vale a pena fazer algumas considerações. Famalicão vai apresentar muitos novatos no género, quiçá antevendo novos praticantes da modalidade e o piscar de olhos ao triatlo que naturalmente acontece. Mas, poucos clubes inscritos. Estamos no início e seria de esperar uma mais forte adesão, muito embora cá por cima haja uma clara distinção entre os betetistas e os triatletas. Quero eu dizer que quem adere ao triatlo não é muito fá do BTT e vice-versa. Talvez seja uma explicação.
Em Porto Santo quero destacar a presença do super campeão do triatlo e da humildade, convém reforçar, Pedro Gomes, que abrilhanta uma prova cuja presença de participantes é, de facto, muito reduzida ( a crise, pois é...). Aliás, o próprio Pedro confessava há um ano a sua menor simpatia pela logística que está na base da primeira etapa do Campeonato Nacional de Triatlo Longo. Apesar disso, vai lá estar. Melhor exemplo de humildade? Claro, também aquele fervor pela competição. Mas voltando aos participantes, também destacar a presença de outro globetrotter, Sérgio Marques. Todavia, parece-me que a competitividade vai ser reduzida. Ele há o Nuno Neves, mas falta o Caldeirão, até o Lino costuma abrilhantar a prova com a sua presença (venceu no ano passado). Nem o Bruno Pais, que também venceu há dois anos, irá estar presente, concerteza mais empenhado na luta pelos jogos de Londres. Mas, estará um "fanático" da modalidade, o amigo Paulo Sequeira, que raramente deixa escapar uma. Só por isto merecia um troféu. 
Ao nível dos "meus escalões", V2 e V3, muita gente ausente, a não ser os ilhéus cujo domínio estará assegurado. Mas, convém não esquecer que este tipo de evento tem um adversário muito específico: as distâncias a vencer. A partir daí é pura diversão.

Abraços triatléticos, companheiros.





Sem comentários: