Ocorreu um erro neste dispositivo

E o Duatlo do Cadaval disse que...

14/03/11



Que o Marco Sousa tinha de "molhar a sopa" este ano. Ele que repete o triunfo de Grândola de há dois anos, seria de esperar que por dentro de parte da sua especialidade (btt), seria sempre um sério candidato à vitória, se...os ases da modalidade não estivessem presentes. Acontece que pelo menos um esteve, o Lino, o que só abrilhanta a sua vitória e a sua prestação. Outra curiosidade: esta vitória surge na mesma fase do calendário em que surgiu a vitória em 2009. O outro destaque vai para, obviamente, a militar Patrícia Serafim, cuja vitória foi sem espinhas. 
Mas, ainda há um destaque que faço questão de referir. Tem a ver com o Fonte Grada que alcançou um brilhante terceiro lugar por equipas, à frente de grandes corporações desportivas da modalidade, como por exemplo o Olimpico de Oeiras e o Louletano. Valentes Fontegradenses.
Em termos gerais, e salteando por entre as diversas individualidades, uma grande prova do amigo Pedro Pinheiro (Colarense), que fez uma prova perfeita nos três segmentos. Novamente destaco o Joel Marcelino, que funciona quase como o abono de família do Peniche AC. Merecido terceiro lugar no escalão V1, uma vez mais ganho por esse enorme José Ribeiro (Ext. Benedita), cuja idade parece fazê-lo andar para a frente cada vez mais e melhor.
Em V2, nova vitória de Luís Serrazina, também da Benedita, com o meu colega de equipa, António Ervideira, a morder os calcanhares ao terceiro classificado. Em V3, grande prestação do Renato Fidalgo (ADCR Painho), que se apresenta num excelente momento de forma. Só assim lhe terá sido possível ultrapassar o grande V3 que é António Moura, do Fonte Grada. Ainda destaco a excelente vitória, mas essencialmente o tempo alcançado, pelo V5 Vasco Micaelo, do DAR Slowdown; um tempo de fazer inveja a gente bem mais nova.

Em termos femininos, e para além da vitoriosa, apenas a Irina Coelho do Louletano se lhe chegou mais próximo. De resto, as vinte atletas que concluíram a prova, entre elas muita boa gente que está  verdadeiramente direccionada para o triatlo, terão sentido muitas dificuldades com o trilhos do btt.
Aliás, este segmento terá sido bastante selectivo, dado os resultados verificados por atletas que normalmente fazem o segmento ciclista com bastante àvontade e que na prova de domingo terão sentido dificuldades acrescidas.
No total, participaram cerca de 230 atletas, o que constitui a continuação da forte adesão à modalidade. Diria até participação anti-crise.

E não tarda nada entra em acção a razão primeira e última da nossa preparação desportiva. Muitos serão aqueles que encostarão às boxes, muitos serão os que desejam experienciar a verdadeira emoção da modalidade. E vai ser curioso atestar os momentos de forma de cada um no terreno natural do triatlo.

Abraços triatléticos, companheiros.

2 comentários:

sica disse...

Excelente prestação do Fontegrada, a fechar com os 3 elementos bem juntos e um excelente podio a luta continua na Barragem dos Patudos :-).Encontramo-nos lá.

Triatleta disse...

O tratamento de lama alterou muito os prognósticos.

Até Alpiarça.

Um abraço.