Ocorreu um erro neste dispositivo

A caminho de Caminha.

13/07/13





Caminha, localidade tão tranquila quanto bela, irá receber uma nova etapa do Campeonato Nacional de Triatlo Longo para Grupos de Idade. A agitação vai fazer bem à cidade e permitir-lhes conhecer uma modalidade "nova". Para mim, não será mais que a segunda incursão na distância e apesar de estar em disputa os títulos nacionais de grupos de idade, espera-se que a modalidade tenha atraído a atenção de, pelo menos, vizinhos galegos, o que a acontecer lhe emprestará um cariz internacional, sempre agradável de sentir e de ver, creio.
Parto com a ideia de melhorar o tempo realizado há um ano em S. Jacinto. Só que...este de Caminha tem características bem diferentes. Em todos os segmentos. Por exemplo, a natação prevê-se mais rápida, se a favor da corrente como anunciado. O ciclismo não é plano, antes pelo contrário. Tem sobe e sobe, e desce, o que quer dizer que ajudará quem gosta de subir e gosta de descer. Porque descer também é uma dificuldade para alguns. E finalmente a corrida a pé não tem as constantes mudanças de ritmo com os retornos, como senti em S. Jacinto. Portanto, sempre em frente durante 10 kms e um retorno para mais 10 kms. Tem esse aspecto de poder gerar alguma dificuldade na gestão do esforço, pelo que foi dito. E eventualmente do vento. Mas como o tempo tem estado, não creio que haja grandes ventos. Outro pormenor importante é a alternância do tipo de piso, que ajudará na atenuação ou retardação dos processos inflamatórios. Portanto, 5 horas, né? Vamos lá ver se dá.
A preparação, essa alterou-se a partir de determinada altura, mas isso agora não interessa nada, já era. Agora é dar corda aos sapatos e acima de tudo nada que comprometa o tri seguinte. E os seguintes e por aí fora. Porque ser feliz passa muito por aí.

Companheiros, amanhã às 8h no rio Minho. Abraços triatléticos.




Sem comentários: