Ocorreu um erro neste dispositivo

II Triatlo de Esposende, Um Privilégio (e Um Privilegiado) da Natureza!

28/07/13




Pódio V3
Uma manhã de surpresas, é o que posso afiançar sobre a primeira participação do triatlo de Esposende, designado Um Privilégio da Natureza, slogan que o Município procura projectar para além das fronteiras concelhias, e muito bem, porque não padece de falsa publicidade. Este na segunda edição. A primeira o tempo. Após várias consultas no meu site preferido, a previsão recuou para o seu primeiro palpite; chuva e vento, mais chuva e mais vento. Na prática, chuva à partida, já na água, chuva na transição para o ciclismo e chuva na transição para a corrida. Resultado: uma valente molha dos sapatos de corrida ainda antes de entrarem em acção. Valeu a temperatura, aceitável, caso contrário faria mossa e da forte nos corpinhos mais desnudados que vestidos. A segunda surpresa a partida. Terá sido o exemplo claro do que uma boa ideia se pode transformar numa má decisão por falta de rigor. Explico. Dadas as condições de maré, a favor e fortíssima, a ideia era realizar uma partida lançada. Para isso, todos fomos avisados de que se deveria nadar devagar até à linha de partida, para permitir a maior equidade possível no tempo de partida. E outras condições, como esperar dois minutos antes de alguém se lançar às aguas agitadas do Cávado após aquele aviso. Nada se cumpriu, pelo que a caminho da ,linha de partida dei comigo a ver a malta que se chegou às boias a esbracejar como fazem as hélices dos motores. Estava dada a partida. Boa! A terceira surpresa foi ter conseguido correr, mesmo meio a coxear e tal, até que isto adormeceu e na recta final, animado com a possibilidade óbvia de conseguir, afinal de contas, cumprir a presente edição do triatlo à porta de casa, perante o "meu público", queridos amigos, ganhei umas asinhas. A quarta e última surpresa, aquela coisa do 2ºlugar no escalão! Ops! Disse que não queria voltar a referir-me a isto. Aconteceu! Mas, Caminha continua atravessado (triatlo).
Sobre as incidências da prova, um recorde na natação, apenas a 2' de...Miguel Arraiolos, por exemplo. Isto só mesmo com uma...corrente? corrijo, torrente! de água a empurrar. Ciclismo onde tive de largar dois bons grupos, o segundo dos quais onde ia o primeiro classificado do escalão, Carlos Silva. E a corrida no ritmo low profile, mas sempre a descortinar "uma aberta" para expandir a passada, mas sempre, qual manipulador de marionetas, a esticar aqui, encolher acolá...Olha, deu para chegar ao fim, missão cumprida e sorriso alargado no rosto!

Permitam-me uma mensagem aberta a um grande e estimado companheiro e amigo, que muito admiro e cujo nome dispenso-me de referir, dada a sua justificada popularidade: adorado amigo, depois de ler o receituário que o meu amigo se atreveu a publicitar numa das suas postagens públicas, após o Triatlo Longo de Caminha, procurei respeitar em alguma medida a receita para o sucesso antes desta 2ª edição de Esposende. Para tal, digeri nas últimas horas, com gulodice abastada, três bolas e meia de berlim do natário, para compensar a falta da fartura, e não corri durante largos e longos quinze dias. Lamento não ter tido o tempo necessário para ter gerido duas felizes meninas, que concerteza me iriam trazer as mesmas vantagens que ao meu amigo dá, mas compreende o companheiro que me escasseia o tempo por entre a preparação dos três segmentos. Relativamente ao contacto com a fauna, substituí os mamíferos com ar feliz pelos habitantes do estuário do Cávado. Concluindo; a receita produziu efeitos, a avaliar pelos resultados finais. O mesmo já não direi relativamente ao juízo e as melhoras este nível são difíceis de avaliar. Para já, rodeado de tanto gelo, diria que falta um...uísque! Forte e enorme abraço, meu caro.

A finalizar esta postagem, para não levar ninguém ao adormecimento precoce, obriga-me o dever mas também o desejo de fazer um agradecimento MUITO ESPECIAL! à minha companheira, 

que logo após Caminha, mesmo contra o meu desalento, arregaçou mangas e asseverou que nas mãos dela domingo dia 28 de Julho estaria em condições de fazer a prova na totalidade. Confesso que duvidei, não acreditei até, mas tive de me render à sua vontade indómita de me ver feliz. Com muitas massagens, calor húmido, gel, vacuoterapia (e também um FORTE AGRADECIMENTO! ao companheiro João Rita donde veio esta receita (mais uma) e os conselhos correspondentes), a verdade é que consegui cumprir um desejo que muito dificilmente cumpriria sem estas ajudas, mesmo tendo apanhado um valente susto que parecia ter deitado tudo por terra. Por isso, dois terços da medalha que hoje recebi é-lhe devida (à minha companheira), mais meio terço para o Rita, bom...realmente o resto pertence-me. Ah! Um aviso, sério, se futuramente me virem abraçado ao amigo aqui referido por Rita, não desconfiem, é mesmo verdade: somos amigos.

Ainda...o Município de Esposende em boa hora decidiu abraçar o triatlo. Perante condições como as que esta bonita terra tem, seria uma ignomínia não apostar nesta inolvidável modalidade. Tenho a  certeza de que essa aposta perdurará no futuro. Está de parabéns a autarquia e o seu Vereador, Dr. Rui Pereira, quem em primeira mão decidiu arriscar. Hoje o tempo não permitiu a moldura humana do ano passado, mas por outro lado provou que (quase) nada pára um triatleta.  

Agora, curar esta coisa e voltar em Setembro, com mais provas e outros planos também. Sim, porque o primeiro atleta jovem TriatloMania está "infectado" pela modalidade e a ele quero, desejo, juntar mais, muitos mais.

Companheiros, uma vez mais é um enorme prazer privar convosco. Abraços para todos vós.





1 comentário:

david caldeirao disse...

em primeiro lugar os parabens pela estreia do 1º triatleta desse belo projecto que é a TriatloMania...
depois o podio, sempre ele a chamar por nós, quem gosta de competir, não há melhor motivador!!!
o equilibrio dado pela companheira, pelos amigos e pela vontade intrinseca compenção em grande medida a falta de juizo :D
pois é..., parece que não há volta a dar, se não "podes" correr..., não corras, nada e pedala forte que o resto logo aparece!!! forte abraço
p.s. e bolinhas de berlim XL após 1000m a nadar!? nada como comer uma bola de berlim com a boca ainda salgada da agua do mar... :P