Ocorreu um erro neste dispositivo

Convite a Triatlo de Um Amador ...e não só!

17/10/10



O amigo Pedro Brandão decidiu deixar a blogoesfera na prateleira. Não sei se a título definitivo, se de forma temporária (o que eu espero). Acredito que não é fácil resolver esta equação do tempo do dia-a-dia. Eu já digo há vários anos; que os dias deveriam ter mais de 24 horas, precisamente para se dispor de mais tempo para as imensas coisas que se gosta de fazer e muito frequentemente não cabem num dia normal. Há no entanto um perigo; dos governantes se aproveitarem da situação e espetarem-nos com mais horas de trabalho. Adiante. Voltando ao Pedro Brandão, fui beneficiado pela circunstância de, aderindo a este espaço (blogoesfera) cujas ramificações e consequências ainda estão por calcular, conhecer o blogue do Pedro (Triatlo de Um Amador) e/com muitos outros, passar a partilhar das emoções, dos feitos, dos planos, das ambições, das estratégias, das opiniões, das dicas, tudo à volta desta emoção que é o Triatlo. E portanto, já tenho saudades dessas coisas que o Pedro nos ia revelando amiúde. E acredito que este amigo também já sinta algumas saudades de escrever, de confidenciar-nos o que lhe vai na alma ou o que sente no corpo em resultado da sua prática treinante. Artigos houve que se revelaram muito bons e de grande interesse. E coisas boas atraem coisas boas, por isso não é de estranhar que a seguir à blogoesfera tenha vindo a amizade.
Por isso, amigo Pedro Brandão, lanço-te daqui um CONVITE e um desafio, que também é extensível a TODOS OS LEITORES, muitos deles anónimos e que ainda não aderiram à blogoesfera em modo "protagonista": caso pretendam escrever sobre treino, dicas, artigos técnicos de ciclismo/corrida/natação/triatlo, reflexões sobre a modalidade, têm aqui uma porta aberta para a sua publicação e divulgação, com a vossa assinatura. Para isso, basta enviar-me por email (ver perfil) o texto devidamente assinado e voilá!

Até breve!

1 comentário:

Pedro Brandao disse...

Obrigado grande amigo JOão. REalmente a decisão de deixar a blogosfera foi um pouco agreste, mas foi aquilo que senti na altura. Muito ficou por dizer no momento da despedida. Uma das coisas foi realamente as amizades que fiz atraves do blog e que passaram de virtuais a reais, e isso é sempre de louvar. Acertaste quando dizes que já tenho saudades. Tenho sim senhor, mas o "problema" do tempo mantem-se. Agradeço também o facto de te disponibiliares para colocar aqui alguns posts que poderemo ir escrevendo.É de louvar essa atitude. És mesmo um grande camarada. Bem depois falamos mais pessoalmente. GRande abraço amigo.